sexta-feira, 23 de abril de 2010

Falta


Humildade. Palavra tão bonita mas porcamente interpretada e tão pouco difundida .
Dizer o que quer, sem medir ou filtrar as palavras e o conteúdo da mensagem, que fatalmente prejudicará direta ou indiretamente outrem ou causará macula e desconforto não é franqueza, é falta de humildade.
Bater no peito e encher a boca para ampliar, divulgar ou enfeitar virtudes, vantagens e até talentos naturais ou adquiridos não é orgulho, é simplesmente falta de humildade.
E esta falta vai além do faltar que remete ao não-ter ou ao não-existir. Esta falta implica em erro mesmo. Em falta grave. Gravíssima.
Esta falta está em quase todos os ambientes em que convivo e me toma o ar. Ninguém faz questão de ser humilde. Humildade é sinônimo de fraqueza, de ignorância, de falta de educação. “Fulano é humilde” significa ele não tem posses materiais ou não tem estudo.  Quão bom seria dizer “Fulano é humilde” porque não se vangloria a torto e a direito, não exibe seus bens materiais ou não, pensa e escolhe as palavras para não ferir.
Qual o quê. Humildade é considerada coisa de gente ignorante, gente que crê em alguma religião dominante e que não faz lutar pelos seus direitos.  Nem  de longe humildade é virtude. O certo mesmo é não levar desaforo para casa. É provar que é mais.
Falta.

2 comentários:

Romanzeira disse...

E como tem gente assim no mundo... Gente que sempre tem resposta para tudo, gente que pensa que a vida dos outros é fácil, gene arrogante. Junto com a falta de humildade vem o individualismo e a arrogancia.

bjos.

P.S.: So assisti um filme do evento Guerras e Revoluções no Cinema - Dr. Jivago. Estou escrevendo sobre ele. ;)

C. S. Muhammad disse...

Pois é... isso anda me deixando muito "para baixo".

Dr. Jivago está na minha lista de filmes favoritos de todos os tempos!!! :) Você vai postar seu texto no blog em breve, então?

bjs